Vereadores apresentam moções de repúdio contra e a favor de Caravana

por Pedro Niácome, 28/03/2018 às 15:56 em Política

Sessão ordinária

Durante a realização da Sessão Ordinária nº 006/2018 realizada na segunda-feira (26), os vereadores discutiram e apresentaram três moções relacionadas a passagem da Caravana do ex-presidente Lula. A primeira foi a Moção de Solidariedade ao professor Dr. Olívio Alberto Teixeira, da Universidade Federal de Santa Maria, por ter sofrido atos violentos contrários à liberdade de expressão e ao pleno exercício do Estado democrático e de direito. De autoria do vereador Claudio Mineiro (PT), assinada pelos vereadores Vergilio Matias (PT) e Adilson Barbosa (PCdoB). 

Cabe salientar que os atos mencionados na Moção de Solidariedade ocorreram no dia 22 de março durante manifestações pró e contra a caravana do ex-presidente Luiz Inácio da Silva que visitara Palmeira das Missões.

Moção de Repúdio às infelizes e absurdas manifestações do ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva e do líder do MST, João Pedro Stédile direcionadas aos produtores rurais gaúchos. De autoria do vereador Marcelo Saggin (PP).

Moção de Repúdio às manifestações da extrema-direita endossada pela fala da senadora Ana Amélia Lemos que parabenizou os manifestantes que agrediram e atiraram ovos nos apoiadores da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas cidades de Bagé, Santa Maria, Passo Fundo e São Borja. De autoria dos vereadores Claudio Mineiro, Vergilio Matias e Adilson Barbosa.

Conscientização Autismo

 

Em abril é comemorado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Porém, esse tema já está sendo discutido na Câmara de Vereadores de Palmeira das Missões. Durante a Sessão Ordinária de segunda-feira (26) a Tribuna Popular foi ocupada pela Carla Machado Câmara, coordenadora do grupo TEAMA (Transtorno do Espectro Autista Mães e Amigos).

O grupo é formado por mães e profissionais que compartilham, mensalmente, experiências, informações e histórias do cotidiano de quem acompanha a vida de um autista. O TEAMA surgiu em setembro de 2017 e conta com o apoio de psicopedagogas, professoras, fonoaudióloga, e uma psicóloga.

A coordenadora do TEAMA, e também mãe de um menino autista, Carla Câmara, aproveitou o espaço para convidar os vereadores e a sociedade para dois importantes eventos que acontecem em abril, mês de conscientização do autismo. No dia 02 acontece a caminhada pelo autismo, às 9h30min, com saída da Praça Nassib Nassif, em direção à Avenida Independência, até a Praça Paulo Ardenghi. Já no dia 11 de abril, às 19h, na Câmara de Vereadores, acontece o debate com o tema “Autismo: novos caminhos na escola e na sociedade”, tratando de inclusão escolar, as dificuldades para atender a demanda de alunos autistas, estratégias para facilitar o trabalho em sala de aula e fora dela, e experiências como profissionais e mães.

Segundo ela, o TEAMA quer divulgar o autismo e fazer com que todos compreendam esse transtorno. “O autismo ainda é um desafio para a medicina. Os especialistas calculam que uma em cada 100 crianças são diagnosticadas com autismo no Brasil. As causas são uma incógnita. Pesquisas são feitas em universidade e centros de pesquisas com conclusões que variam desde fatores genéticos, ambientais, gestacionais, alimentares, mas cada caso é um caso”, destacou Carla.

O vereador Claudio Mineiro (PT), Professor e Presidente da Comissão de Educação, falou sobre a falta de conhecimento que existe dentro das escolas sobre o autismo. “Nós temos mais perguntas do que respostas. [...] Nós, professores, pouco sabemos e conhecemos sobre necessidades especiais, muito menos sobre o autismo. E digo isso com humildade e com uma certa preocupação. Fico muito feliz quando abrem esse espaço, para que essas pessoas que têm um pouquinho mais de conhecimento sobre o assunto vêm até aqui”, enfatizou Mineiro.

O Presidente da Câmara de Vereadores, Sidinei Oliveira (PDT), também falou sobre as experiências conhecidas através do trabalho da esposa, Marna Oliveira, Diretora da Escola Assembleia de Deus, local onde está matriculado um aluno autista. “São experiências vividas diariamente. É impressionante o mundo paralelo criado por eles, e isso nos faz nos apaixonar pelo tema. [...] Deixo aqui o meu respeito ao trabalho desenvolvido pelo grupo TEAMA”, destacou Oliveira.

Dando seguimento à Sessão Ordinária, os parlamentares aprovaram, por unanimidade, o Projeto De Lei Ordinária nº 016/2018 que dispõe sobre a política municipal de proteção, promoção e defesa dos direitos da criança e do adolescente, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA). O projeto visa atender as demandas do conselho, atualizar e adaptar a legislação municipal de acordo com as necessidades do órgão.

Já o Projeto de Lei Legislativo nº 001/2018, que cria o programa “Adote um bairro”, teve sua votação adiada a pedido do autor da matéria, vereador Antonio Vezaro (PDT). O projeto tem como objetivo promover parcerias entre o poder público, iniciativa privada, pessoa física, jurídica ou pública para urbanização, manutenção e conservação de logradouros e bairros do município.

Texto e fotos: Camila Schmitt Carvalho/CVPM

 

 

 

 

 

Tags:   sessao   ordinaria   camara   palmeira-das-missoes   marco



 

Tribuna da Produção

- O conteúdo faz a diferença - 

Desenvolvido por:

Ligue Site