Polícia Civil encaminha inquérito ao Poder Judiciário

por Pedro Niácome, 26/03/2018 às 18:17 em Geral

Investigações apontam que marido e suspeito tiveram participação no homicídio da contadora Sandra Trentin

A Polícia Civil divulgou na tarde desta segunda-feira (26) uma nota com a atualização das investigações em torno do desaparecimento da contadora Sandra Mara Lovis Trentin, 48 anos.    De acordo com a PC, o inquérito policial foi remetido ao Poder Judiciário na sexta-feira (23), cumprindo o prazo de prorrogação concedido pela Autoridade Judicial. 

Com base nos elementos indiciários colhidos no inquérito policial, os dois homens presos preventivamente, um rapaz e o marido de Sandra, Paulo Ivan Landefeldt, até então presidente da presidente da Câmara de Vereadores de Boa Vista das Missões,  foram indiciados pelo homicídio da contadora. Segundo o inquérito, o marido teria pago uma certa quantia, para que o outro rapaz que está preso, possivelmente com outras pessoas, matasse a contadora. O indiciamento pelo crime de homicídio foi feito com base nos elementos indiciários colhidos durante o inquérito policial e sua prorrogação.

No comunicado consta que no o decorrer das investigações foram realizadas várias diligências para a apuração dos fatos, havendo ainda diligências pendentes de resultados para a completa elucidação do caso, não estando descartada a participação de outras pessoas a serem identificadas. Independente do inquérito policial ter sido encaminhado ao Poder Judiciário, diligências ainda serão realizadas para o esclarecimento do fato.

Qualquer informação sobre o caso pode ser passado via Denuncie Whatsapp (51)984187814 e Disque-denúncia 181.

Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

 

Tags:   caso   sandra   inquerito   pc   poder   judiciario



 

Tribuna da Produção

- O conteúdo faz a diferença - 

Desenvolvido por:

Ligue Site