20ª CRE celebra 15 anos do programa Escola Aberta para a Cidadania na região

por Camila Scherer, 08/08/2018 às 09:42 em Educação

Atividades culturais, artísticas, educativas e esportivas marcaram a programação dos 15 anos do Programa Escola Aberta para a Cidadania ocorrida, no último sábado, 4, nas dependências da Escola Estadual de Ensino Médio Cardeal Roncalli, em Frederico Westphalen. Nove escolas da abrangência da 20ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), participaram da comemoração.

 

Através de iniciativas extraclasse como oficinas as escolas integrantes do Programa, contribuem para melhorar a qualidade de vida da comunidade e, ao mesmo tempo, funciona como um espaço de cidadania e convivência social. "O Programa leva uma nova perspectiva de entretenimento às famílias e moradores, favorecendo a extensão do processo educacional em seus variados aspectos e dá aos participantes oportunidade de aumento da renda familiar, com as oficinas de artesanatos e hortas comunitárias", salientou a assessora referência do Programa na região, Marta Cristina Gomes de Souza.

 

Oficinas de música, dança, teatro e musicais, banda, vídeos intitucionais, rádio, cinema, linguas, informática, gastronomia, horta, artesanatos entre outras são  desenvolvidas nas escolas.   O projeto também oferece a prática e o aprendizado de diferentes jogos, como xadrez, artes de lutas, dominó, futebol, vôlei e futsal. Monitores e  instrutores, mais conhecidos como oficineiros, são recrutados na própria comunidade para coordenar e  desenvolver as oficinas. 

 

As escolas estaduais Presidente João Goulart- CIEP de Palmeira das Missões, Ângelo Beltramin de Pinhal e Conselheiro Edgar Marques de Mattos de Frederico Westphalen são as pioneiras na região, aderindo ainda em 2003.  No decorrer dos anos passaram a integrar o programa as escolas Dr. Liberato Salzano Vieira da Cunha de Liberato Salzano, Castro Alves de São José das Missões, Mathias Baiduino Huppes de Cristal de Sul e  Santo Inácio de Frederico Westphalen. Em breve, as escolas Alfredo Westphalen de Seberi e  Julio de Castilhos de Erval Seco iniciam as atividades do Escola Aberta.

 

Coordenadora pedagógica da 20ªCRE, Jussara Maria Koch Vieira, salientou que   além de diminuir a violência o Projeto "orienta a comunidade para um caminho de vida saudável,  busca por melhoria de vida e promove a cidadania".

 

Ao final das apresentaçõe as escolas receberam da 20CRE troféus pelo aniversário de 15 anos. Após seguiu-se o almoço de confraternização e jogos integrativos.

 

O Programa

O Programa Escola Aberta para a Cidadania possibilita a abertura da Escola à comunidade aos finais de semana, desenvolvendo oficinas planejadas de acordo com as peculiaridades e necessidades das escolas públicas estaduais, priorizando o protagonismo juvenil, a integração da escola com as famílias dos alunos e a comunidade, redução da evasão escolar e dos índices de violência, contribuindo para o desenvolvimento de uma cultura para a paz.

O Programa Escola Aberta para a Cidadania constitui-se como uma política de fomento ao fortalecimento da participação social e democrática do cidadão, iniciou em 2003 na rede pública estadual e tornou-se Política Pública em 2007.

 

Crédito: ACS/20ªCRE/SEDUC

 

Tags:   20-cre   escola-aberta



 

Tribuna da Produção

- O conteúdo faz a diferença - 

Desenvolvido por:

Ligue Site