PAROQUIA SANTO ANTÔNIO REALIZADA FESTAS NAS COMUNIDADES

11/05/2019

No dia 05 de maio aconteceu comemorações em duas importantes comunidades da Paróquia Santo Antônio em honra aos seus padroeiros. As comemorações iniciaram com a realização do Tríduo, onde as comunidades por três dias participaram das celebrações, reflexões envolvendo jovens, crianças e adultos. No dia da festa, aconteceu a missa solene e após o almoço de confraternização.

A comunidade da Capela São José envolveu devotos do Bairro Félix e de outros locais, tanto no tríduo como na festa. “São José era carpinteiro na Galiléia e marido da Virgem Maria, pai adotivo de Jesus, protetor da Sagrada Família, foi escolhido por Deus para ser o patrono de toda a Igreja de Cristo. Esteve ao lado de Maria em todos os momentos, principalmente na hora do nascimento de Jesus, que aconteceu em um estábulo, em Belém. Educou e protegeu o menino Jesus. São José foi um homem justo, trabalhador e exemplo de pai”.

O mesmo aconteceu na Capela Nossa Senhora de Fátima, do bairro Fátima, onde três crianças representaram Lúcia, Jacinta e Francisco.

Nossa Senhora de Fátima fez sua primeira aparição em 13 de maio de 1917 na pequena aldeia de Fátima em Portugal. Em um local chamado “Cova de Iria”, ela apareceu para três pequenos pastorinhos: Lúcia, Francisco e Jacinta. Por volta de meio-dia eles brincavam pelo campo e cuidavam de um pequeno rebanho quando pararam para rezar o terço, como era costume. Achando que iria chover, prepararam-se para ir embora, quando viram um segundo clarão em cima da copa de uma árvore e em seguida viram Nossa Senhora de Fátima. Assustados, quiseram correr, mas Nossa Senhora os tranquilizou pedindo que não tivessem medo, pois ela vinha do Céu. Segundo relato dos próprios pastorinhos, a visão era de uma “Senhora mais brilhante que o Sol”, e em suas mãos pendia um Rosário. Serena e tranquila disse às crianças: “Vim para pedir que venhais aqui seis meses seguidos, sempre no dia 13, a esta mesma hora. Depois vos direi quem sou e o que quero. Em seguida, voltarei aqui ainda uma sétima vez.” E as aparições aconteceram sete meses seguintes conforme o prometido. E o seu pedido ressoa ainda hoje: “Rezem o Terço todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo, e o fim da guerra.” Revelando ser a “Senhora do Rosário”
Nas duas comunidade, os festeiros responsáveis pela organização e equipes de liturgias esmeraram-se para receber bem os devotos e visitantes.
(Cleusa Medianeira da Cruz Bueno/ PASCOM – Fotos/PASCOM)