Economia na hora de presentear as crianças

11/10/2018

Quando o mês de outubro chega os nossos pequenos já sabem: É hora de comemorar. Sim, o dia das crianças - 12 de outubro - gera uma expectativa muito grande, não somente entre as próprias crianças, mas também entre os pais e familiares. Mas tão feliz ou mais que a criançada, os lojistas também comemoram a data.

Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 72% dos consumidores devem ir às compras e o varejo tem expectativa de movimentar R$ 9,4 bilhões. No entanto, o momento atual é de cautela, e os pais sabem disso. Aqueles que pretendem presentear as crianças mas ao mesmo tempo economizar terão que usar a criatividade na hora da compra.

Ainda segundo a CNDL, cerca de 39% pretendem gastar o mesmo valor com presentes que o ano passado, já 24% afirmou que comprarão presentes mais baratos. A dona de casa, Fernanda Previatti, já sabe o que irá dar de presente para a filha Morgana, 11 anos, e o pequeno Thalis Alexandre de 4 anos: “Comprei roupas para eles. Queriam ganhar brinquedo, mas dessa vez não dei porque já tem o suficiente. Acho que devemos dar o necessário para eles gastando o que podemos”.

Os itens de vestuário devem ser mesmo uns dos mais procurados. A compra de brinquedos tem a franca maioria das intenções de compras, com 72,4% das respostas, seguido roupas (28,0%), calçados (5,8%), bicicletas (4,2%) e videogames (4,2%).

A escolha dos presentes é uma tarefa difícil, já que busca conciliar o investimento moderado com a vontade das crianças. “Se vamos atrás do que as crianças querem, todos os dias teremos que comprar algo para eles”, salienta Fernanda.

O Dia das Crianças é a terceira data comemorativa mais importante para o comércio, ficando atrás apenas do Natal e o Dia das Mães. Essa data foi promulgada em 1924, O Dia das Crianças foi aprovado no dia 5 de novembro e apenas no dia 12 de outubro foi oficializado.

Brinquedos ainda são preferência

Os brinquedos ainda lideram a listas de desejos para o dia das crianças, principalmente entre os meninos. Segundos dados divulgados pela CNDL, cerca de 72,4% dos pais irão procurar estes artigos como presente. As meninas também buscam atrativos como brinquedos, mas também gostariam de ganhar itens de vestuário.

A jornalista Mariana Dal Forno, mãe do pequeno Lorenzo de um 1 ano 5 meses, acredita que os brinquedos são fundamentais para o autoconhecimento e desenvolvimento da criança. “É a nossa função como pais estimular e auxiliar nossos filhos a brincar de acordo com sua faixa etária. Sempre procuro comprar brinquedos de acordo com a idade, como mesas de atividades e brinquedos de encaixar.
Em Palmeira das Missões, os brinquedos também são os preferidos das procuras. Artigos como bicicletas também são líderes de vendas para presentes. Em rápida pesquisa pelas lojas da cidade é possível ver que a busca por presentes se concentra, principalmente, nas promoções dessa época, e em presentes com valor agregado, ou seja, com maior durabilidade e custo beneficio.

CARINE ZANDONÁ BADKE/RODRIGO D'AVILA - FOTO: DIVULGAÇÃO