Chuvas devastam os principais produtos agropecuários de Palmeira das Missões

10/05/2024

O município de Palmeira das Missões enfrenta um cenário de crise devido às fortes chuvas que atingiram a região entre o dia 24 de abril a 2 de maio, causando um volume acumulado de chuva de 280 mm até a data, ocasionando o transbordamento dos rios e a consequente enxurrada, a qual causou prejuízos diretos nas lavouras de soja, feijão e olericultura e nas atividades relacionadas à bovinocultura de leite e de corte. Segundo a Emater/RS-Ascar do município, em relatório preliminar, também houve prejuízos na infraestrutura produtiva, como agroindústrias e estufas, além de açudes e reservatórios de água para dessedentação animal e produção de peixes.

Ainda, foram identificadas perdas na infraestrutura domiciliar e situações de emergências socioassistenciais, de difícil mensuração, que foram mediadas para o acesso a serviços da rede socioassistencial: encaminhamento para a Secretaria de Assistência Social, Cras, abrigos, locais de coleta e distribuição de alimentos, produtos de higiene e limpeza, bombeiros, defesa civil, órgão de apoio a povos e comunidades tradicionais, entre outros.

Segundo a Emater, as culturas de soja, feijão e hortaliças foram as mais afetadas, com perdas irreversíveis em alguns casos. A erosão do solo e a lixiviação de nutrientes também comprometem a produtividade futura. Já na pecuária, alagamentos em pastagens e o pisoteio do solo encharcado causaram danos à produção animal. Além disso, a qualidade da água para dessedentação dos animais também foi comprometida.

Com relação a infraestrutura, a Emater de Palmeira das Missões destaca que pontes, estradas, açudes, silos, galpões e equipamentos agrícolas sofreram avarias, impactando a logística e a capacidade de armazenamento da produção.

E no abastecimento humano e a dessedentação animal, a Emater enfatiza que estão sob risco, exigindo medidas imediatas para garantir o acesso à água potável.

Dados levantados na avaliação mostram uma estimativa de perdas para os principais produtos agropecuários do município.

Agropecuária

Cultura

Área atingida (ha)

Perda %

Expectativa de Produção
Inicial (Ton.)/ Atual (Ton.)

Prejuízo financeiro (R$)

Perdas (Ton.)

Soja

1.000

70

Inicial 4/ atual 1,2

5.553.330,00

2.800

Hortaliças diversas

6

100

Inicial 6/ Atual 0

68.800,00

6

Total

 

 

 

5.622.133,00

2.806


 

Pecuária


 

Animais

Cabeças (unid.)

Perda %

Expectativa de Produção
Inicial (Ton.)/ Atual (Ton.)

Prejuízo financeiro (R$)

Perdas (Ton.)

Piscicultura

10 ton

100

Inicial 10/ atual 0

100.000,00

10

Açudes (estrutura)

10

100

Inicial 10/ Atual 0

16.800,00

10

Total

 

 

 

116.800,00

10


 

De acordo com a Emater/RS-Ascar, nos solos ocorreram perdas na fertilidade em uma área de 700 hectares, cultivados com pousio. Além do custo referente à recuperação de fertilidade nas áreas afetadas, haverá um intervalo estimado de quatro a cinco safras para que a produção atinja os níveis normais, totalizando o valor de perda de R$ 10.500.000,00.