Bandeira vermelha: Entidades apresentam pedido de recurso

29/06/2020

O governador Eduardo Leite informou no sexta-feira, 26, que a região de Palmeira das Missões teve novamente uma alteração na bandeira do Distanciamento Controlado, e de laranja passou, mais uma vez, para vermelha.

No mesmo dia, na noite de sexta-feira, Sindilojas, CDL e ACAIP, representantes da área da saúde e também o Prefeito Eduardo Freire, participaram de uma reunião em apoio ao comércio local. “Acreditamos que não somos culpados pela disseminação do vírus e não podemos sofrer as consequências do que está ocorrendo”, disse o Sindilojas em nota enviada aos meios de comunicação.

As entidades apresentam nesta segunda-feira, 29, pedido de recurso para verificar os dados que colocam Palmeira das Missões e as cidades da região em bandeira vermelha. O novo recurso busca mais uma vez a revogação do atual cenário.

Como forma de conscientizar sobre a importância do cuidado, entidades solicitam que os empresários orientem seus funcionários quanto à necessidade de ficarem em casa em horário fora do expediente, além de seguirem todas as medidas de proteção ao coronavírus, que devem ser adotadas rigorosamente.

A resposta do governo aos municípios deve ocorrer ainda nesta segunda-feira, 29.

Bandeira vermelha

A bandeira vermelha representa uma situação mais preocupante. Em virtude disso, somente estabelecimentos que vendem itens essenciais podem permanecer abertos, mantendo 50% dos trabalhos. A partir do sinal vermelho, restaurantes e lancherias ficam proibidos de receber clientes no local, bem como, academias, missas e serviços religiosos, clubes sociais e esportivos e serviços de higiene pessoal, como cabeleireiro e barbeiro, passam a ser totalmente vedados.

Com informações do Sindilojas