Nirlene Boeri participa do I Fórum de Educação de Três Palmeiras

28/09/2018

Foi realizado neste dia 27 de setembro, no município de Três Palmeiras, o I Fórum de Educação, evento voltado aos profissionais do magistério de toda a região. O centro de eventos da cidade ficou completamente lotado e uma extensa programação foi desenvolvida, tendo como ponto central os desafios da implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) em todas as escolas brasileiras.

A secretária municipal de Educação de Palmeira das Missões, professora Nirlene Boeri, participou como palestrante convidada da atividade, abordando em sua fala as avaliações da educação básica no contexto da BNCC. Outros palestrantes presentes também abordaram questões relativas à educação infantil, educação indígena, políticas educacionais e os desafios que redes municipais de ensino enfrentam diariamente, no cotidiano de gestão das escolas em cidades do interior.

Em sua fala, Nirlene Boeri destacou a importância de todas as redes de ensino, estadual, municipais e privadas, concentrarem esforços em compreender a BNCC e apropriarem-se de seu conteúdo, juntamente com o referencial curricular gaúcho, pois muito em breve todas as avaliações da educação básica (que aferem o aprendizado dos estudantes em diferentes níveis de ensino) estarão embasadas neste novo formato.

Desde 2013, quando assumiu a Secretaria Municipal de Educação de Palmeira das Missões, Nirlene também passou a fazer parte da coordenação regional da Undime RS, no âmbito da Associação dos Municípios da Zona da Produção (AMZOP). Posteriormente, foi convidada a integrar a diretoria estadual desta entidade, no cargo de secretária, ocupando também a função de conselheira nacional. Recentemente, assumiu a função de vice-presidente estadual da Undime, consolidando sua atuação na representatividade dos municípios e participando de importantes debates no cenário educacional. No momento, é a representante da Undime no INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, órgão responsável por todas as avaliações aplicadas nas redes de ensino brasileiras.

Segundo ela, diversas modificações estão sendo preparadas no processo de avaliação do ensino em nossas escolas, que a partir do próximo ano começarão a ser implementadas. O Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) passará a avaliar mais turmas (da educação infantil ao ensino médio) e também gestores, diretores, coordenadores pedagógicos e professores. “Obviamente que isso se constitui em um grande desafio, pois a nova metodologia proposta recentemente em Brasília nos mostra que a avaliação, além de ser ampliada a diferentes níveis, também foi aprofundada, ao incluir além de língua portuguesa e matemática, as áreas de ciências humanas e ciências da natureza”, explicou.

Fotos: Divulgação